quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Amor *

Quando alguém te magoa de verdade não é assim tão fácil seguir em frente como dizem . Dói, custa a passar e ' aquela cena ' fica sempre . 
O que também fica sempre é o dia em que te libertas completamente, dizes o que queres ' ao tal ' e vês nos olhos dele o sentimento .
Nunca ninguém disse que era fácil amar, mas também (quase) nunca ouvi ninguém dizer que amar provocava uma dor tão grande e bem lá no fundo !
Talvez o erro tenha sido (também) meu . Se calhar quis facilitar demasiado as coisas e, acabei por criar tal ' ilusão ' que só me consegui magoar a mim mesma .
Sim, ele foi o que eu amei . Cometi loucuras como não cometia à muito, fiz o que devia e não devia - fui expulsa 4 vezes da sala por andar a falar dele nas aulas, mesmo assim não me arrependo de nada . Foram dos meus melhores tempos e voltaria a fazer tudo igual à excepção da tal ilusão . 
Se fosse hoje teria vivido o momento sem pensar no que estava para trás e no que estava para vir . Ninguém é perfeito, essa é a velha história que se aprende desde novo . 


' tenho saudades de ter a minha princesa e o nosso castelo . E eu, depois das relações que tive, tornei-me um bloco de gelo à volta do coração, que tenho a certeza que a pessoa certa vai conseguir derreter ' - João Mota *


Acredito no amor, não o renego e não o odeio por um dia não ter dado certo .

4 comentários:

Dá-me um opinião, sweet ♥